procura-se escritor

lembro-me de despertar no silêncio da noite, um frio silencioso beijava ao de leve a pele da casa, o vidro por onde espreitava o luar. Gosto de existir dessa maneira, de despertar dir-se-ia que apenas para constatar que existo naquele momento, naquela noite, de saborerar a oportunidade de olhar a vida mais uma vez e dar-me conta de uma espécie de curiosidade que me cresce pelo desenrolar de quase todos os dias ocupando um espaço movediço. Quando desperto desta maneira vem-me à cabeça a ideia de que o facto de existir no universo, de flutuar enraizada nesta imensidão constitui por si só um milagre deveras estranho, uma coisa quase impossível e penso mais ou menos isto: é preciso deixar a verdade respirar. Depois torno a imergir nas mantas, acomodando-me de ventre para baixo, recolhendo-me no refúgio do meu ser e por momentos temo a insónia, apenas por momentos, como se uma parte de mim não acreditasse que a certa altura  se tornou possível despertar assim para um pensamento infantil, apenas para saborear o inexplicável. Um escritor arranjaria um nome para isto.

Anúncios

~ por lisadeoliveira em Quarta-feira, 27 Novembro, 2013.

2 Respostas to “procura-se escritor”

  1. maravilhoso Elisa…. ❤

  2. continuas a visitar este deserto … tão boa!!!! Podre de… Beijões.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: